terça-feira, janeiro 30, 2007

Uma tarde, apenas

Hoje, durante a tarde, fui dar um passeio pela beira- mar. O sol ameno mas presente, um livro na bolsa e a disponibilidade para me observar. Depois de caminhar um pouco sentei-me sob a relva voltado para o mar.

Abri o livro e dei continuidade à minha leitura mas, confesso, estou cansado de leituras. Creio que demorei 1h30 a ler 10 páginas. Lia, parava, lia parava. Cansaço. Na verdade estava apenas a confrontar-me com algumas questões! Porque estou eu a ler isto, quando eu já sei isto? Porque tenho sempre de estar a confirmar isto?

É incrível as coisas que fazemos para perceber o percebido, é incrível como somos resistentes a aceitar que as coisas são...assim apenas!

Fechei o livro. Ficou isto:


como uma dança,

as ondas vêm e vão.

ao fundo,

repousa o sol sob o mar.


Daterra


7 Comments:

At 31 janeiro, 2007, Blogger Avusa said...

Sinto o mesmo, é interessante como nunca tinha pensado nisso.
Leio sobre Budismo, sobre a vida, mas também é verdade que mesmo sem nos apercebermos, conseguimos sempre espremer alguma coisa.
Mesmo que já saibamos o que estamos a ler, só vem reforçar as nossas convicções.

Ler é importante. Saber é importante.
Ser é o mais importante!!!

 
At 31 janeiro, 2007, Blogger cris said...

:o) Este teu post fez-me sorrir!
Incrível como às vezes somos teimosos em não perceber o que já percebemos há muito...
Mas às vezes é bom apenas recordar... e o quanto nos relembramos uns aos outros...

Bem hajas!

Beijinho *

 
At 31 janeiro, 2007, Blogger ines said...

Já falamos sobre este assunto....só para dizer que me parece que o que ficou, é bem mais importante, não achas? Foto deslumbrante, das minhas preferidas daquele lugar mágico onde me refugio muitas vezes.

amigo-te
um abraço

 
At 01 fevereiro, 2007, Blogger aya said...

Ficou o importante! E a sabedoria para aceitar que precisamos de tempo...

Beijo

 
At 02 fevereiro, 2007, Anonymous Sandra said...

Obrigada Lécio, por tomares o risco e por conseguires colocar em palavras...

O teu ser experienciado e expresso é uma dádiva para os que te rodeiam. Obrigada mesmo!

(afinal fiz a "descoberta" do "blogg")

 
At 02 fevereiro, 2007, Blogger Daterra said...

Sandra:)

Afinal descobriste...que bom.

Fico muito contente por ler essas tuas palavras, até porque elas são-me muito importantes.

Já estou mais feliz:)
abraço amigo

 
At 04 fevereiro, 2007, Blogger caminhante said...

Houve alguém (um santo católico que não me lembra) que disse que podemos ler muitos livros mas o mais importante que temos a aprender está na natureza. Interessante como a certa altura os pontos de vista se aproximam!
:)

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home