quarta-feira, maio 02, 2007

A vida em comum


Quando por momentos observo a forma como vivemos
e crescemos hoje, não consigo evitar uma certa tristeza.

É um tanto estranho que seres que partilham o mesmo
lugar, Terra, que vivem e existem com o outro, talvez
seu irmão, continuem a seguir um rumo que tanto nega
esta realidade!

Se é verdade que a nossa vida não é possível sem o outro,
se assim é, como podemos nos educar para a individualidade?

Acreditamos que a possibilidade de nos fazer sobressair
uns dos outros é caminho de felicidade. Ou se não cremos,
fazem-nos acreditar. Mas será mesmo verdade?

Até onde nos leva a individualidade? Com que frieza caminhamos,
dirão em prosperidade, a acumular não sei o quê para benefício
próprio? Próprio?

Num mundo onde inter-somos, onde se acredita na felicidade
como ideal comum, talvez estejamos a caminhar em sentido
contrário!

Se concordamos que não existimos sem o outro, talvez seja
importante reconhecer o seu valor. Assim, quem sabe se não
podemos com clareza interior, dizer ainda hoje a alguém:
“que bom que estás aqui, obrigado pela tua presença”.

Podemos achar que tal atitude em nada mudará o mundo mas,
essa não é a preocupação. Mudará apenas a nossa percepção
do mundo.

Possamos ter uma boa vida
Daterra

5 Comments:

At 03 maio, 2007, Blogger a.mar said...

Bom Dia!
eu vou pôr esta imagem magnífica no meu sítio e vou mandá-la aos meus amigos.
Obrigada!
Bem hajam!

 
At 03 maio, 2007, Blogger mafp said...

Concordo plenamente contigo...
Esta imagem é lindíssima e a sua mensagem tem muito significado:
“Numa época em que dar as mãos jà não é suficiente ... unamos os pés, pode ser que resulte ! ! ! “

Beijinhos e obrigada pelas tuas palavras

 
At 04 maio, 2007, Anonymous Sandra said...

Que bela imagem...que bonitas palavras...que bom estar vivo e ter a companhia de pessoas tão sensíveis e ternas como tu...
Que tranquilo um futuro imaginado e desejado de "pés unidos", apenas (ilusoriamente) separados por forma a que caminhemos como um todo (sem que cheguemos a lado algum que não seja o do ENCONTRO).
A imagem que nos trazes actualiza esse futuro, neste presente...muito obrigada!

Beijinhos (desta vez nos pés!;) Nos teus e nos de todos os seres que caminham num sentido comum)...

 
At 04 maio, 2007, Blogger cris said...

Que bom que estás aqui, obrigado pela tua presença! :o)

 
At 04 maio, 2007, Blogger aya said...

Uma flor feita de pés...
A esperança?!!
Sempre...

Beijo

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home