domingo, maio 17, 2009

Kazuo Ohno

3 Comments:

At 18 maio, 2009, Blogger ma grande folle de soeur said...

Magnifica foto. Parece-me que a tragédia da condição humana lhe está espelhada no rosto... uma tristeza enfatizada ainda mais pela maquilhagem-máscara... Abraço

 
At 18 maio, 2009, Blogger Daterra said...

sim, concordo. Contudo, uma das coisas que me encanta na dança de Ohno, é a intrínseca ligação da vida com a morte. Desta forma, a tristeza nunca é tratada como um fim, ou algo intransponível, mas, pelo contrário, é tida como um princípio de transformação. Ohno parece abraçar a própria condição humana, um abraço que é, simultaneamente, amor pela vida e pela morte, ou seja, pela vida como ela é.

Abraço amigo :)

 
At 03 agosto, 2012, Blogger rosana said...

Abri as janelas
Céu azul sereno
Bela manhã
Linda de viver
Linda de morrer

Gasshô
JõDõ

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home