domingo, março 23, 2008



Se quiseres saber quem sou, escuta-me na profundidade deste instante.


Daterra

2 Comments:

At 25 março, 2008, Blogger Impermanências said...

Olá!

Que linda mensagem. A fotografia é bela e nos dá a certeza da impermanência. Flor que o vento desfaz, nuvens... e o próprio vento...
Um abraço
Mirian

 
At 27 março, 2008, Anonymous marcelo said...

Meu amigo, visitar teu blog é quase como estar na tua presença, compartilhando o teu sorriso, a tua paz, a tua lágrima, a tua alegria... mesmo assim dá saudades de ti.

um grande abraço.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home