quarta-feira, janeiro 23, 2008

Feliz dia de continuidade

Se você olhar profundamente na palma de sua mão, verá seus pais e todas as gerações de seus ancestrais. Todos eles estão vivos neste momento. Cada um está presente em seu corpo. Você é a continuação de cada uma dessas pessoas. Nascer significa que algo que não existia passou a existir. Mas o dia de nosso "nascimento" não é nosso começo. É um dia de continuidade. No entanto, isso não deveria nos fazer menos feliz quando celebramos nosso "feliz dia de continuidade".

Já que nunca nascemos, como poderíamos deixar de existir? Isso é o que o Sutra do Coração nos revela. Quando temos a experiência tangível de não-nascimento e não-morte, nos conhecemos além da dualidade. A meditação sobre "nenhum eu separado" é uma maneira de passar pelo portão do nascimento e morte.

Sua mão prova que você nunca nasceu e nunca irá morrer. O fio da vida nunca foi interrompido desde o tempo sem início até agora. Gerações prévias, por todo caminho inverso até os seres unicelulares, estão presentes na sua mão neste momento. Você pode observar e experimentar isso. Sua mão está sempre disponível como um objeto para meditação.

Thich Nhat Hanh, em "Present Moment, Wonderful Moment".

1 Comments:

At 25 janeiro, 2008, Anonymous marcelo said...

querido amigo
estou aqui, bem longe de casa, em meio à natureza de que você tanto gosta, e lembrei do seu dia da continuação... isso quer dizer que você continua por aqui, em meio às cachoeiras, junto aos rios e colinas desta terra tão linda... desde aqui, feliz dia da continuação para você.
um abraço com um buquê de lótus para perfumar teus dias!

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home