sexta-feira, novembro 17, 2006

olhar

olho o espaço na minha frente.

repouso o olhar sobre a janela

e percorro como quem abraça

os traços que a chuva deixa no ar.

sento-me.

sem pressa permito-me estar presente a esta observação.

agora,

não há mais nada a acrescentar.

compreendes-me?


Daterra

3 Comments:

At 28 novembro, 2006, Blogger ines said...

sim compreendo-te! A isso chama-se viver o presente em cada momento...

 
At 15 dezembro, 2006, Blogger fairybondage said...

Sento-me e choro,
as lágrimas
arrastam a alegria
e a dor
sinto...
apenas
até ao fim
e naquele momento o tempo
pára em mim...

P.S:Desculpa, a tua poesia inspirou-me...

Bjs com pó estelar

 
At 15 dezembro, 2006, Blogger Daterra said...

fairybondage:

:)

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home