terça-feira, outubro 24, 2006

A Natureza do Ser



I

o Ser é ele próprio a natureza

II

do Ser tudo brota. O Ser é tudo

III

manifestado e não manifestado é o Ser

IV

vazio e o não vazio é o Ser

V

compreende a dualidade e não é dual

VI

quando não compreendido é um paradoxo

VII

quando compreendido é aceitação

VIII

a aceitação traz amor

IX

o amor é o reconhecimento de ti em mim

X

é o cessar da minha ilusão da separação

XI

reconhecer a minha natureza faz-me chorar de alegria

XII

assim, compreendo a minha própria impermanência quando manifestado

XIII

a enumeração dos fenómenos é uma dissecação do Ser

XV

virtude e não virtude fazem parte da minha natureza

XVI

como o estado líquido e gasoso fazem parte da natureza da água

XVII

não deixo de Ser, transformo-me


Daterra


0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home